1 ano de Au Pair

O mês de Março

O meu décimo segundo mês de Au Pair foi especial, completei 1 ano morando aqui!
Boneco de Neve que fiz
com as kids mais velhas
 e ao lado, o que fiz
com os menores
Como viram, tivemos uma tempestade de neve este mês! Quando eu cheguei, em março do ano passado, já não tinha mais neve, mas parece que este inverno está sendo mais longo! O Matthew fez aniversário no dia 14, ele fez 11 anos e comemorou com os seus amigos em um lugar muito legal em Mount Kisco, cheio de camas elástica, o Rockin' Jump e isso foi no sábado porque seu niver caiu em uma quinta e nesse dia, em casa, a host o cozinhou sua janta favorita, meatballs (almôndegas) e a sobremesa foi a sua favorita também, ice cream sandwich (sanduíche de sorvete).
Na sexta, dia 15, foi o dia em que comemorei um ano que havia chegado aqui na casa deles e foi também o aniversário da host!
E ainda falando em aniversários, a Jennifer fez 8 aninhos no dia 19 e comemorou com várias amiguinhas brincando em casa depois da aula, o que foi uma graça de ver porque a Jennifer brinca de professora todos os dias com suas bonecas e ursinhos e dessa vez, ela teve alunas de verdade! Depois, ela abriu os seus presentes.
E então, as levamos em um restaurante japonês em Ossining, o Okinawa, onde eles preparam a comida na sua mesa! E lá, a cantamos "happy birthday to you".
Ainda para comemorar o niver da Jennifer, eu fui com a host na escola dela levarmos cupcakes e cookies para os alunos de sua sala na hora do snack! E falando em visitar escolas... A Kristen participou de um musical, o The Music Man e claro que fui assistí-la! Ela não teve um papel "importante" porque ainda é freshman na high school, mas tenho certeza que nos próximos anos conseguirá papéis principais porque ela é muito talentosa para a arte, lembram que ela foi o Jafar ano passado?

Eu, Marina, Talita e Jéssica
Como era sábado, saindo de lá, fui em White Plains me encontrar com algumas amigas para celebrarmos o St. Patrick's DayEu já estava aqui quando aconteceu esse feriado ano passado, mas como tinha acabado de chegar, nem deu para comemorar. Na verdade, esse é um feriado irlandês, já que São Patrício é o padroeiro da Irlanda. Nesse feriado todo mundo se veste de verde (menos a Marina!), mas o motivo não é religioso e sim, folclórico. Diz a lenda irlandesa de que usar verde te deixa invisível aos duendes, que gostam de beliscar qualquer um que possam ver haha 
O dia seguinte, era domingo e o dia mesmo do feriado, que é dia 17 de março e o Mike me convidou para irmos em NYC na missa do meio-dia da Catedral de St. Patrick.
A missa foi linda e teve um desfile também dos irlandeses próximo ao Central Park, mas foi pela manhã. Depois, fomos almoçar no primeiro pub Irlandês aqui dos EUA, o McSorley's, que foi inaugurado em 1854.
No começo do mês, eu fui com as amigas em uma baladinha que já havia ido duas vezes, a Avenue, mas nós queríamos mesmo era ter ido na 1 Oak, que fica bem ao lado.
Porém, sem promoter, nosso grupinho não foi "aceito" haha Nessa balada, já foram muitas celebridades como a Rihanna, o Jay Z, Leonardo DiCaprio, Pharrell Williams, Justin Bieber, Katy Perry... Quanta gente famosa, né! #wearenotfamous
Eu, Jacque, Kéti e Bruna
Eu participei do meu 12º Au Pair meeting que foi igual ao do mês passado, no Starbucks de Pleasentville, mas dessa vez, as amigas foram! Fui de carona com a vizinha Jacque e lá, encontramos a Kéti, que arrastou a Bruna, sua vizinha que mora aqui há mais de um ano e nunca havia participado de um cluster meeting! Tomei o de sempre, o meu Double Chocolaty Chip Crème Frappuccino e a LCC comprou bolo de limão para a gente!
Aline, Fer e eu
A Aline não pôde ir aquele dia e a Fer é de outra agência e falando nela, a Fer ficou dodói este mês e fui com a Aline a levar para tomar uma sopinha.
Kéti, Luiza, eu, Tatiana, Veridiana, Aline e Gabi
E eu fui com as amigas no Michael's, nosso pub favorito, um dia antes de ir viajar. Eu e a Kéti estávamos comemorando nosso aniversário de 1 ano de EUA e aproveitamos para nos despedir umas às outras porque quase todas nós estávamos indo viajar! A última semana do mês foi a semana que antecedeu a Páscoa, então as escolas das nossas kids tiveram o Spring Break, o "intervalo da primavera" e a Kéti foi viajar para a Flórida com a sua host family. A Fer já tinha até ido (porque suas kids são menores), ela foi com eles para a Disney! A Veridiana estava com a irmã Titiana de visita e elas foram também para a Disney, mas sem a host family e com a Luiza e a Gabi. E eu, fui com a minha host family, para Bahamas!
Nós voamos bem cedo pelo pequeno aeroporto de White Plains, o Westchester Airport, que fica perto de casa. Na hora de fazer o check in, a atendente confiscou do meu passaporte um papel que preenchi e que havia sido grampeado pela imigração na minha entrada aos EUA e fiquei preocupada porque sabia que ele era importante, principalmente porque o visto J-1 no meu passaporte já estava vencido, eu só tinha o novo DS-160 que recebi quando estendi o contrato do Au Pair e que consta a nova data de validade do meu tempo nos EUA.
A minha host havia se informado com a LCC sobre as regras de viajar para fora do país no segundo ano de Au Pair e nós fomos orientadas de que só precisávamos de uma assinatura do escritório do APIA no novo DS-160 e providenciamos isso, então tentei ficar tranquila, até porque eu tinha comigo uma cópia do passaporte com aquele papel.
Continuando, fui sentada com a Jennifer no avião e o voo levou apenas três horas. A vista era linda quando estávamos pousando, mal acreditava na cor da água do mar lá de baixo! Desembarcamos e passamos pela imigração que foi tranquilo, eles carimbaram o meu passaporte e também o meu DS-160.
Estávamos em Nassau, BahamasUma van já nos esperava no aeroporto para nos levar para o nosso resort. Quando saí porta fora... Que delícia, era calor! Saímos do frio de 5ºC de NY para o calor de 25ºC dessa ilha do Caribe! Foi uma sensação maravilhosa, me sentir quentinha sem roupas de frio. A van tinha drinks for free e eu experimentei o refrigerante deles, que é como o nosso Guaraná. Ah, e eles dirigem pela esquerda com o volante do lado direito!
Nós ficamos hospedados no Atlantis Paradise Island Resort e já da van, deu para ver que realmente parecia o paraíso de tão lindo que tudo era! Ficamos em um apartamento que era grande o suficiente para nós oito. Tinha um quarto com duas camas de casal e um banheiro, o qual fiquei com as três meninas. Tinha uma cozinha completa junto com uma sala, onde o sofá virava cama e os dois meninos dormiram nele. E também, uma outra suíte para os hostsSem perder tempo, fomos à praia!

O resort tem uma praia privada e um parque aquático enorme. Como eu amo atrações aventurosas, fui em todas e a minha favorita foi um toboágua, que ao escorregar, você atravessa por um tubo transparente com tubarões nadando em volta!
Mas, gostei muito também de ficar horas no Lazy River, que é uma piscina com uma correnteza que contorna todo o parque e você vai sentado em uma bóia e pode escolher o destino, se vai para algum togoágua ou não...


Todos os dias foram praticamente iguais, de manhã praia, à tarde parque aquático e à noite, nós íamos jantar na Marina Village que também é parte de Atlantis e muitos cruzeiros param lá.

Nós jantamos cada noite em um restaurante diferente e o meu preferido foi o Johnny Rockets por causa do milkshake! E todos os dias, nós tomamos sorvete no Ben & Jerry's!
Passando pelas conexões das recepções dos três hotéis que fazem parte do resort, encontramos um tipo de museu/aquário muito divertido!
Só faltou o nado
com os golfinhos

A volta não foi tão tranquila quanto a ida porque lembra do papel que foi tirado do meu passaporte? Pois é, a imigração americana perguntou por ele! Mas eu tinha a cópia e o DS-160 em ordem, mesmo assim fui chamada em uma sala para fazerem outro daquele papel e host family teve que me esperar, só estávamos com medo de perder o voo...
Mas deu tudo certo! O Jack foi a minha companhia na volta e assim que aterrizamos, já senti o frio que me esperava... Amei essa viagem com eles, um super presente de um ano de Au Pair!
A Páscoa chegou mais cedo esse ano, em março! E o meu ovo de Páscoa também, lembra que eu comprei mês passado quando fui em Mount Vernon?!
E eu ganhei outro, do coelhinho de Páscoa "americano", que veio aqui em casa deixar as cestas de doces das kidsAssim que voltamos de viagem, eles decoraram os ovos de galinha e hoje, domingo de Páscoa, fui à missa de manhã com eles.
E fui levar as amigas para almoçarmos no Chalanas, o meu restaurante brasileiro preferido, e elas também adoraram! Nós conversamos sobre as nossas viagens e trocamos lembrancinhas! Depois, fiz um Skype com a minha mãe e então, fui com a host family jantar na casa dos avós que moram aqui perto.
Falando em Chalanas, o Mike me levou para almoçar lá um dia antes de ir viajar, ele adorou a culinária brasileira!
Bom, agora que um ano inteiro se passou desde que cheguei aqui, eu posso dizer que vivenciei todas as quatro estações, que aqui onde moro, no sudeste de Nova York, são bem definidas! Eu tirei uma foto no mesmo lugar a cada três meses, aqui da frente da casa e observem as mudanças...
Os meses do Inverno "Winter" são Janeiro, Fevereiro e Março e as temperaturas variam entre -5ºC e 15ºC, ou seja, muito frio! Mas, tem a neve, que é linda! Eu me perguntava, quando estava no Brasil, como seria passar um inverno tão congelante como é o daqui, mas não é difícil porque todos os lugares são preparados com aquecedores então, só precisamos de roupas pesadas quando ficamos ao ar livre.
Os meses da Primavera "Spring" são Abril, Maio e Junho e as temperaturas variam entre 0ºC e 20ºC, ou seja, o clima começa a esquentar! Os meses são chuvosos para que tudo floresça e comece a ganhar vida, "April Showers Bring May Flowers!"
Os meses do Verão "Summer" são Julho, Agosto e Setembro e as temperaturas variam entre 20ºC e 40ºC, ou seja, o clima é de calor, porém úmido e o verde prevalece! São os únicos meses do ano em que dá para ir à piscina e praia e, vestir roupas de calor!
Os meses do Outono "Fall" são Outubro, Novembro e Dezembro e as temperaturas variam entre 20ºC e 0ºC, ou seja, o clima volta a esfriar!
É uma estação ventosa mas, muito linda, já que a paisagem fica toda colorida!
E como passei um ano todo aprendendo sobre a cultura americana, eu fiz algumas observações comparando com a nossa:
- Táxi aqui é comum e barato;
- Tudo aqui dá choque, principalmente roupas;
- As principais refeições são café da manhã e janta;
- A gasolina não é vendida por litro e sim por galão;
- Americano faz churrasco de hambúrguer e salsicha;
- As lojas te devolvem seu troco dos centavos exatos;
- Praia tem que pagar para entrar e não tem ambulante;
- O ano letivo começa em setembro e termina em junho;
- Todo mundo recicla e papel higiênico se joga na privada;
- Ninguém usa sapatos dentro de casa, inclusive as visitas;
- As casas são de madeira e não de alvenaria como no Brasil;
- Escolas públicas são melhores vistas do que as particulares;
- Americano é consumista porque tudo é muito barato mesmo;
- As lojas devolvem seu dinheiro se você se arrepende da compra;
- Americano não gosta de McDonald's e diz que é coisa para pobres;
- O correio vem todos os dias em casa, deixam a caixa na porta e sai;
- Americano toma bebidas (até água!) com muito gelo, mesmo no inverno;
- Tudo aqui é grande e exagerado (deve ser por isso que é fácil de engordar);
- Americano come com as mãos, sem ao menos segurar com um guardanapo;
- Americano embrulha e leva para a casa a comida que sobrou no restaurante;
- Americano é viciado em compras pela internet (em saquinhos Ziploc também!);
- Americano checa a previsão do tempo antes de sair de casa e ela sempre acerta;
- Os alunos podem escolher o curso de línguas na escola entre espanhol e francês;
- As lojas não fazem pacote para presente, você tem que comprar o embrulho e fazer;
- A energia é subterrânea, não tem postes nas ruas, muitas são sem iluminação total e muitas estradas são cheias de remendos;
- Americano é o povo mais prático do mundo (máquina de lavar louças e secadora de roupas também!);
- Filhos pequenos de americanos não tomam banho todos os dias (e escovam os dentes apenas uma vez ao dia!);
- Os alunos são nivelados após o sexto ano e estudam cada matéria com uma turma diferente de alunos na sala;
- Os alunos são incentivados a praticar um tipo de esporte ou tocar algum instrumento, participar de teatros, danças e tudo parte da escola;
- Os alunos são alfabetizadas antes do primeiro ano, mas só aprendem a escrever com letra cursiva no terceiro e quando chegam no sexto, esquecem, porque aqui todos usam letra bastão.
Comecei a crochetar este blanket
enorme para a host family, mas
sem pressa, tenho um ano todo!
É claro, que essas observações são da experiência que eu tive com a minha host family e morando na região que moro, não podemos generalizar, nunca. Então é isso, como vocês viram, eu não viajei nesse meu primeiro ano de Au Pair e foi porque o meu motivo principal com o intercâmbio é o de me tornar fluente em inglês, por isso estudei muito. Cheguei aqui sem saber quase nada, mal conseguia me comunicar e hoje, a minha atual professora me considera fluente, mas eu não! Eu quero entender 100% quando assistir à um filme ou escutar uma música pela primeira vez, quero me sentir confortável ao atender uma ligação, quero poder me expressar, dizer o que penso, escrever uma boa redação, sem ter que pensar em português. Enfim, sinto que falta ainda muita coisa para melhorar e me tornar fluente de verdade. Eu quero terminar o meu segundo ano, falando como os americanos falam, usando expressões e gírias (e até sonhar em inglês!), e eu sei que vai ser impossível perder o meu sotaque, mas quero conseguir pronunciar, todas as palavras, corretamente. Neste segundo ano, vou continuar estudando, para quem nunca estudou em uma escola de idiomas no Brasil, poder estudar inglês, aqui nos EUA, com professores americanos, é uma oportunidade única, aliás, o fato de morar e trabalhar nos EUA com o estilo de vida que levo hoje, é quase difícil de acreditar... Eu super recomendo este intercâmbio! Obrigada pelo carinho de sempre, amigas de blog, são vocês quem me inspiram a continuar postando!